quinta-feira, 27 de dezembro de 2012

Malaquias - A Sacralidade da Família - Lção 13

O livro do profeta Malaquias, tem 55 versos e comumente tem sido mal interpretado, pois, dele se extrai alguns versos, isola-o e atribui ao livro um ensino único, o dízimo/ofertas. O conteúdo do livro é maior, excede esta idéia. Aliás Malaquias trás diversos assuntos e dentre os mais importantes: Casamento misto, Divisões, Injustiça Social, Sacerdotes impuros, Adoração fria e profana, Dízimos e Ofertas, O anunciador do Messias. Note-se que os temas são amplos [...]

I - O LIVRO DE MALAQUIAS
O contexto de Malaquias não tão fácil de ser entendido, porém, temos fontes internas ao livro:
  • O livro é pós-exílico
  • Havia um governador ou Príncipe [Ml 1.8]
  • O templo já estava reconstruído, uma vez que se fala de sacrifícios [Ml 1.7]
  • Os sacerdotes e o povo estava quebrando alianças
  • E indiferença no culto a Deus [Ml 1.6-8]
  • Também ingratidão a Deus [Ml 3.14]
Malaquias tem no seu nome o emblema de sua missão. Meu anjo ou Meu mensageiro é o significado de seu nome e daí a sua missão, trazer a mensagem de Deus aos homens.

II - O JUGO DESIGUAL
Deus aponta para os judeus em Ml 2.10 como quem reivindicando a paternidade da nação, prometida a Abraão em Gn 12.2 e em outras ocasiões aos seus descendentes [Gn 46.3] e ao mesmo tempo mostrando que eles deveriam sim ter casamentos, porém, segundo o padrão de Deus [Dt 7.3-4]. Esse jugo, esse aparentamento com os de fora tem trazido desgraça para muitos crentes hoje. Não seguem os ensinos, desobedecem aos pais e se casam com filhos do mundo, trazendo para si consequencias funestas. O casamento de crente não é uma agência missionária.

Davi foi desleal para com Deus, seu povo, suas esposas e seu soldado, Urias. Recebeu  a sua paga com as consequencias de seu ato. Salomão seu filho também foi outro, desobedeceu a Deus no final de sua velhice e se casou com muitas mulheres que perverteram ao seu coração. Diferentemente de José do Egito que no Antigo Testamento é um ícone, um baluarte e fiel servo de Deus.

Neemias [Ne 13.23-29] fez uma limpeza étnica, desfazendo o erro até de sacerdotes que se casaram com pessoas estranhas ao seu povo. Esaú também foi outro que se comportou como um doido qualquer [cf. Gn 26.34 e Gn 28.8-9].

No NT o apóstolo Paulo, que certamente não se casou e nem teve filhos, dá as regras em 2Co 6.4. Erra o crente que quer.

III - DEUS ODEIA O DIVÓRCIO
O termo mais preciso seria Deus desaprova o divórcio. Ódio não é próprio a Deus, uma vez que Ele é santo. Ódio é contrário ao amor, tanto é que perdão não procede ou não vem de ódio, mas de amor. Deus é amor. 

No mais, em Gn 2.24 e em outros casamentos de judeus ou de crentes, casamentos estes instituídos pelo próprio Deus, Deus é a fiel testemunha da aliança/trato/pacto/acordo entre as partes [Ml 2.14]. 

E agora, o que dizer? Não, as Leis dos homens facilitam podendo de divorciar no mesmo dia do casamento. Esfriou o amor. Houve pecado de infidelidade conjugal. Agora deixo com vocês pastores, educadores de EBD. Agora é com vocês.

CONCLUINDO
Malaquias retrata algo de seu tempo, há mais de 2500 atrás e Deus fez registrar isto perpetuamente para nos ensinar em qualquer tempo. Como está o meu casamento? Como tem sido o meu culto a Deus? Como tem sido meu dízimo e ofertas? Estou esperando o Messias? Soli Deo Gloria.

Profº Francisco Neto

2 comentários:

  1. Bela postagem importante lembrança ...como vão as nossas obras!!! estamos prontos para receber o SENHOR no que temos feito muito bom refletir Malaquias ...é de uma presença viva nos deveres e obrigações já que existe a fé ...!!! Parabéns Pedro Pugliese

    ResponderExcluir
  2. Amados, entrei no seu abençoado blog, e verifiquei que aqui há vida, e que o amor de Jesus impera.
    Dou-lhe os parabéns por este belo blog, que é mais uma ferramenta para levar a Palavra de Deus.
    Tenho um blog que fazia gosto se o conhece-se, O peregrino e servo.
    Também ficaria honrado se fizesse parte dos meus amigos virtuais.
    Decerto que irei retribuir.
    Fique na paz de Jesus. Com votos de um Ano Novo cheio de vitórias em Cristo.
    António Batalha.

    ResponderExcluir

The Best Articles